17 de fevereiro de 2011

História de Ryukyu (parte 1)

Unificação de Ryukyu

Em 1368, a dinastia Ming(明) é criada por ZhuYuanZhang(朱元璋), o imperador HongWu(江武皇帝), depois de ter expulsado os mongóis do território chinês, recuperando a soberania dos Han(漢).
Nessa época, piratas formados por comerciantes e samurais japoneses atacavam a costa chinesa e coreana, devido ao caos causado pelo declínio da dinastia anterior. Estes eram conhecidos como WoKou(倭寇).
Para proteger seu território, a dinastia Ming utiiza-se do sistema de tributos, sistema do mundo chinês, no qual convida os países vizinhos a se tornarem servos e prestarem tributo ao imperador, proibindo o livre comércio internacional.
O terceiro Shogun de MuromatiYoshimitsu Ashikaga, também entra no sistema, atendendo ao pedido de controlar os piratas que saem do território japonês.
Nessa época, Ryukyu encontrava-se dividida em 3 grupos, que são:
-Hokuzan do norte;
-Chuzan do centro;
-Nanzan do sul.
A relação de Ryukyu com a China tem início em 1372 com a entrada de Chuzan no sistema chinês. Em seguida com a entrada de Hokuzan em 1380 e Nanzan em 1383. Essa relação com a China dura até 1879, 507 anos, até o governoMeiji do Japão anexá-lo como a província de Okinawa.
Para entrar no sistema chinês, o soberano do país têm de jurar lealdade ao imperador chinês, e receber a nomeação do imperador como soberano sobre esse reino. Um sistema que lembra um pouco a vassalagem.
Nesse sistema, os países enviam emissários à China, e estes têm direito a fazerem comércio no território chinês. O comércio era efetuado por agentes do governo.
Para receber a nomeação havia 2 modos. Aquele que estava para ser nomeado/coroado teria de se locomover até o território chinês, ou receber a visita de representantes do imperador.
No caso dos 3 reinos de Ryukyu, a coroação era realizada pelos representantes do imperador no território destes.
Sho HashiAnji (espécie de senhor feudal) de Sashiki, uma região de Nanzan, após roubar o poder de Bunei, senhor de Chuzan, tornando-se senhor de Chuzan, conquistando em seguida o Hokuzan e por último o Nanzan, culminando na unificação de Ryukyu em 1429.
O sobrenome Sho foi dado pelo imperador chinês.
A dinastia Sho fundada por Sho Hashi dura apenas 64 anos, tendo seu fim em 1469 com a morte de Sho Toku.

Um comentário:

Bia Nagahama disse...

Parabéns pelo blog! Muito bonito e interessante!!